Atualizado em: 29 de maio de 2020

As máscaras vieram para ficar e entraram na moda. A criatividade alivia a tensão desse momento em que vivemos por causa da covid-19. Ao cobrir parte do nosso rosto, as máscaras podem dizer algo sobre a nossa auto-expressão.

O mundo ficou diferente com a pandemia do coronavírus. Também, precisamos nos acostumar com uma nova cara.

Agora, metade do nosso rosto deve ser coberto sempre que vamos à rua para alguma atividade importante (ainda devemos ficar em casa, sempre que pudermos, porque, por aqui, a epidemia está em crescimento).

O distanciamento social pode não durar para sempre, mas as máscaras sanitárias serão necessárias por um tempo indefinido.

O design básico das máscaras médicas não mudou muito em mais de um século. Mas, as máscaras de tecido para as pessoas em geral ganham desenhos e formatos criativos.

A máscara está se tornando um acessório de moda para o dia a dia. A designer Giuliana Romano já tem as suas próprias criações.

A designer Giuliana Romano. A máscara na moda. Foto: Divulgação.

As máscaras comuns estão sendo feitas por costureiras ou mesmo por grandes marcas da moda. Brancas, coloridas, com desenhos de boca, com expressões de raiva ou alegria, com flores, com marcas de empresas, etc.

Elas escondem nosso rosto, o batom, embaçam nossos óculos, escondem nossas expressões, nossas emoções. Enfim, elas estão mudando a forma como enxergamos o outro e como somos vistos pelas outras pessoas.

O que as máscaras dizem de nós

Psicóloga Dariene Castelucci diz que as máscaras possibilitam conhecer melhor o outro.

Dá um certo desconforto tentar interagir com uma pessoa com máscara, não é? Fica difícil advinhar se ela está sorrindo, se está chateada…. etc.  

O rosto é a vitrine de nossa identidade como ser. E expressa nossos sentimentos, nossas intenções. Como a máscara de tecido interfere na comunicação de nossas emoções?  

Para saber, conversamos com a psicóloga clínica Dariene Castellucci Martins.

A máscara possibilita conhecer melhor o outro

Perguntamos como o uso da máscara afeta a nossa percepção de nós mesmos e dos outros. Dariene explica que o uso de máscaras nos lembra de que há inúmeras formas de nos comunicarmos.

 “Em nossas relações diárias, batemos o olho no rosto de outra pessoa e já sabemos quem é. Entretanto, nesse novo cenário em que usamos máscaras, as pessoas ficam em dúvida quanto ao reconhecimento de pessoas conhecidas. Talvez, essa seja uma nova possibilidade de rever as relações humanas, nos atentando a detalhes da outra pessoa como o tom de sua voz, seu corpo, cabelos, olhos, o jeito dela se vestir, as expressões do seu olhar”.

A máscara revela olhos, voz e o corpo

Uma amiga me disse que temos de aprender a sorrir com os olhos. Pergunto a Dariene se os olhos e a voz passam a ser nossa principal expressão. Ela diz que, ao longo da história, nossas expressões foram moldadas para serem “socialmente aceitas” e que, com a máscara sanitária, podemos ser pessoas mais verdadeiras.

“Gostaria de provocar uma reflexão: talvez o uso de máscara possa nos libertar das máscaras sociais que sempre contiveram nossas expressões de sentimentos. Talvez possamos dar mais vazão aos nossos sentimentos por meio das expressões corporais, nosso tom de voz e nossos olhos possam ser realmente a janela da alma. O que se mostra como um impedimento para as relações acontecerem pode ser o início de conexões mais genuínas e profundas.” 

A máscara diz muito sobre você

A moda incorpora a máscara como fantasia. Elas vêm toda branca ou com estampas de flores, sorrisos, bocas, marcas de empresas, etc. Como escolhemos a nossa máscara diz algo sobre nós? Até mesmo se escolhemos não usá-la?

“Comunicamos ao outro qual é o nosso lugar no mundo através de nossas roupas. E, a escolha das máscaras também está vinculada a esse processo de autonomia. São vários os motivos para escolhermos as estampas: porque nos agradam, porque as cores combinam com as nossas roupas, ou usamos simplesmente a que está à disposição, sem nos importarmos com estampas ou formatos. Até mesmo nestes casos, lembramos que há uma escolha implícita, afinal não escolher também é uma escolha”.  

Máscaras destacam os olhos

O mundo está se adaptando à normalidade das máscaras faciais.

Por causa delas, os olhos ganham destaque. A maquiagem dos olhos ficou mais ousada. A indústria da beleza já registrou um aumento na venda desse tipo de produto. E os fabricantes de óculos também estão pensando nisso, pois as máscaras podem embaçar os óculos ou causar problemas de encaixe. 

A maquiadora Helen Matias dá dicas de maquiagem do rosto e dos olhos em seu canal no youtube. O rosto deve ser mais leve, para não manchar o tecido. Os olhos merecem mais atenção. A maquiadora também fala sobre os cuidados no uso da máscara.  

A maquiadora Helen Matias ensina maquiagem dos olhos para uso da máscara. Foto: Divulgação.

Como combinar proteção e moda

A função da máscara é conter o vírus da Covid-19. O formato e os tecidos utilizados na sua fabricação são fundamentais para isso.

Engenheiros pesquisadores do Reino Unido testaram a eficácia de vários tipos de máscaras e descobriram que elas podem ajudar a limitar a propagação do Covid -19 desde que sejam feitas com tecidos indicados e utilizadas corretamente.

O uso da máscara não é totalmente seguro. Os pesquisadores alertam: as pessoas precisam estar cientes de que o ar da respiração pode vazar pelos lados e para trás de suas máscaras. Isto pode ser muito importante no transporte público, onde sentar atrás de alguém usando uma máscara pode ser mais perigoso do que sentar diretamente de frente para elas.

Máscaras The Paradise. O site da marca brasileira também divulga orientações sobre o uso correto da máscara.

O melhor tecido para fazer a máscara

Modelo caseiro ou fashion, na hora de comprar a sua máscara, ou fazer uma em casa, é bom saber como devem ser confeccionadas. Pesquisas científicas estudam os melhores tecidos para filtrar o ar dificultando a contaminação pelo Covid-19.

O resultado de um desses estudos, publicado na revista ACS Nano, mostra que uma máscara confeccionada em algodão e mais duas camadas de seda, chiffon ou flanela é bastante eficiente. Com essa combinação,  e  usada corretamente no rosto, ela pode conter até 90% de partículas, avaliou a pesquisa.

Como cuidar das máscaras

Especialistas dizem que a máscara pode nos levar a uma falsa sensação de segurança. Ela exige cuidados.

Veja quais são os cuidados divulgados pela Organização Mundial da Saúde:

  • Antes de colocar uma máscara, limpe as mãos com um sabonete à base de álcool ou água e sabão.
  • Cubra a boca e o nariz com a máscara e verifique se não há espaços entre o rosto e a máscara.
  • Evite tocar na máscara enquanto a estiver usando; Se o fizer, limpe as mãos com um sabonete à base de álcool ou água e sabão.
  • Substitua a máscara por uma nova assim que estiver úmida e não reutilize máscaras de uso único.
  • Para remover a máscara: remova-a por trás (não toque na frente da máscara).

E, atenção: se a máscara for descartável, após o uso jogue imediatamente em uma lixeira fechada. Se for reutilizável, deixe de molho numa mistura de água com água sanitária por 10 minutos e lave com’água e sabão, em seguida.

A fantasia da moda não diminui a gravidade da pandemia da Covid-19, apenas ameniza esse momento. Mas, é certo, que ela nos ajuda a dizer mais sobre nós mesmas, e a interpretar melhor os outros.

Foto de capa: Gabriele Lasser/Pixabay.

Você gostou dessa matéria? Assine a nossa newsletter e receba dicas sobre bem estar e estilo de vida.

Quer mais histórias como essa?

Dicas para melhorar o relacionamento a dois na quarentena

Alimentos que fortalecem as defesas do corpo

Meditar na quarentena pode ajudar na redescoberta do lar e de nós mesmas

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *