Atualizado em: 4 de novembro de 2019

A micropigmentação de sobrancelhas é um desejo de beleza para muitas mulheres.

Um olhar pode ter mais de 1.000 significados. Autoridade, paixão, encantamento. Mais do que nunca, as mulheres sabem a força de simplesmente olhar para alguém.

As sobrancelhas são a moldura dos olhos, e, mais do que nunca, transformaram-se em objetos de desejo de beleza.

Alinhadas, completas, na cor certa, as sobrancelhas devem ser perfeitas. Mas, como a natureza nem sempre ajuda, a micropigmentação entrou na moda.

Samanta Pedrosa, esteticista, dona de estúdio que tem o seu nome em Ribeirão Preto, diz que é uma libertação. “Seja para quem usa lápis, sombra ou henna, abandonar essa dependência e a preocupação com retoque o tempo todo não tem preço.  Receber um elogio então, eleva nossa auto estima às alturas”.

Micropigmentação ou maquiagem definitiva? É a mesma coisa

Para corrigir falhas na própria sobrancelha, Samanta apelou para a micropigmentação. Se apaixonou pelo assunto. Fez dezenas de cursos, tornou-se especialista e professora e criou o próprio estúdio.

A micropigmentação é um procedimento estético, antes conhecido como maquiagem definitiva, e é utilizada para corrigir imperfeições, valorizar o rosto e suas expressões faciais.  Consiste em desenhar a sobrancelha com um aparelho chamado dermógrafo que, com uma agulha muito fina, marca a pele depositando um pigmento. Como atingem uma camada superficial da pele, os pigmentos sofrem desgaste. Após um 12 a 18 meses precisam ser retocados.

Micropigmentação é simples, mas há restrições

A esteticista Samanta Pedrosa é especialista em micropigmentação de sobrancelhas. Foto: Divulgação.

A micropigmentação da sobrancelha é um procedimento simples e seguro mas, tem suas restrições. Não é indicada para pessoas com neoplasia, que estejam fazendo determinados tratamentos médicos, alérgicas ao pigmento ou com tendência a formar queloides (cicatrização exagerada na pele). Nesses casos, entre outros, é necessária uma avaliação prévia e autorização do médico.

Precisa ser natural e harmonizar com o tom da pele

O procedimento exige do profissional conhecimento das cores e da forma adequada de aplicação do pigmento em cada tom de pele.

“É preciso lembrar que a pele já é pigmentada pela melanina. Então, é necessário saber como as cores do pigmento reagem com a cor da pele. Eu uso a colorimetria aplicada a cada tipo e tom de pele”, explica Samanta.

Dor e sensibilidade

A sensibilidade à dor varia de pessoa a pessoa. Para as mais sensíveis, existem as pomadas anestésicas, aplicadas diretamente na pele.

Como cuidar da pele após a micropigmentação das sobrancelhas

Após o procedimento, a pele está cicatrizando e incorporando o pigmento. Nos três primeiros dias pode-se formar uma crosta sobre a região pigmentada. Por isso é importante:

  • Evitar coçar a região
  • Evitar tirar a crosta que se formou
  • Não esfregar a área durante o banho

Em geral, esses são os principais cuidados:

  • Lavar o rosto com sabonete anti-séptico
  • Secar com papel toalha descartável
  • Evitar que água quente caia sobre a sobrancelha durante a cicatrização
  • Evitar sol, sauna, piscina e banho de mar por até 30 dias
  • Usar pomada cicatrizante indicada, 4 x dia, durante 10 dias
  • Usar protetor solar no rosto, porém não passar nas sobrancelhas
  • Não utilizar maquiagem na região.

Gostou da matéria? Assine a nossa Newsletter e receba gratuitamente dicas para curtir a nova vida!