Atualizado em: 7 de abril de 2020

Isolados dentro de casa, os casais estão vivendo o dia a dia mais juntos. Mas, não necessariamente mais românticos. A quarentena pode gerar estresses que afetam o relacionamento a dois.

O isolamento social provocado pela pandemia do coronavírus está afetando casais e seus relacionamentos. Confinados dentro de casa, os casais acabam revelando facetas de temperamento que normalmente ficam escondidas no dia a dia normal, criando estresse na relação a dois.  

Desentendimentos podem surgir em pequenas decisões, desde como fazer as compras no supermercado, como entreter as crianças, como dividir as tarefas da casa, respeitar os momentos de privacidade do outro ou delimitar espaços para o trabalho em casa.

Muitas famílias conseguem criar uma rotina mais leve, esperando que a pandemia vai terminar em algum momento. Em outros lares, pessoas não conseguem evitar o aborrecimento provocado pelo confinamento e a convivência tão próxima, resultando em estresse.

Confinamento pode estressar os casais

A coach de sexualidade, Marina Nabão: “Mas, a quarentena pode ser um momento de encontro”. Foto: Amy Thompson.

A Coach de Sexualidade e Empoderamento Feminino, Marina Nabão, explica como o confinamento pode impactar o relacionamento dos casais.

“Para casais que vivem juntos, o confinamento força uma convivência que pode ser desafiadora e ao mesmo tempo benéfica. Desafiadora por impor uma nova rotina não planejada, criando estresse e descontentamento para alguns. Benéfica, por jogar luz sobre o relacionamento, dando a possibilidade de cuidar da relação com mais profundidade”.

Durante esse isolamento social, casais estão vivendo separados, seja por imposição profissional ou outros motivos. Por isso, Marina recomenda procurar meios para uma boa comunicação à distância.

“Para os casais que vivem separados, o isolamento pode gerar grande angústia, principalmente para aquelas pessoas que vivem em cidades distintas. Nesse cenário, é importante cultivar uma boa comunicação, além de buscar alternativas para atender às necessidades de intimidade”.

Quarentena pode ser um momento de encontro

Mas, o isolamento social pode ser uma oportunidade imperdível para cuidar dos relacionamentos próximos. Marina Nabão explica que a quarentena pode ser um momento de encontro para os casais.

“Um bom relacionamento passa, necessariamente, por uma boa comunicação.
Isso significa que o casal cultiva um espaço aberto e seguro para compartilhar seus desejos e sonhos, assim como seus medos e inseguranças. Isso vale para todo o tipo de assunto – dinheiro, criação de filhos e, claro, sexo.

Na minha experiência, a vivência de intimidade consciente abre espaço para que as pessoas experienciem no corpo a segurança e amorosidade da relação.
É certo que a comunicação melhora o sexo, mas o contrário também pode ser verdadeiro. A relação sexual feita com intenção, abertura às vulnerabilidades mútuas e cuidado amoroso também melhoram os demais aspectos do relacionamento.”

Dicas para casais durante a quarentena

psicanalista, psicóloga e terapeuta de casal Mena Mota, em entrevista ao jornal Estadão, diz que a falta de privacidade durante a quarentena é uma das maiores preocupações.

Mena Mota dá dicas simples para ajudar os casais durante o isolamento social.   

Definir horários de trabalho

Segundo a psicoterapeuta é importante criar espaços dentro casa para trabalhar e não ser interrompido. “É como se o outro estivesse ausente.”

Momentos de privacidade

É importante respeitar os momentos de privacidade do companheiro ou da companheira. Às vezes, as pessoas desejam simplesmente estar sozinhas.

Mais tolerância

Podemos ficar mais emotivos na quarentena, pelo isolamento social e indefinição da situação, entre outros motivos. Por isso, em situações de estresse, qualquer pequena falha do parceiro pode ganhar dimensões desproporcionais. É melhor investir no diálogo.

Divisão de tarefas

A quarentena pode ser uma oportunidade para a renovação da relação. Ao prepararem uma refeição juntos, por exemplo, os parceiros podem não apenas reforçar os laços afetivos, como perceber que a divisão de tarefas não vinha sendo justa.

Lazer é fundamental

Danças, filmes, leituras… A diversão é a melhor aliada para aliviar a tensão. Se há filhos na jogada, o casal deve também reservar momentos para ficarem a sós.

***

Foto de capa: Pixabay/Alexander Krivitskiy

Você gostou dessa matéria? Assine a nossa newsletter e receba dicas para o seu bem estar e estilo de vida.

Gostou da matéria? Assine a nossa Newsletter e receba gratuitamente dicas para curtir a nova vida!