Atualizado em: 13 de agosto de 2020

Cuidar da pele é um hábito da vida toda. Mas, lá pelo 50, com as mudanças da idade, os cuidados devem ser redobrados para manter a pele mais viçosa por mais tempo.

Cuidar da pele deve ser um hábito da vida toda.

Chegando aos 50 anos, você pode já estar passando pela menopausa e vai perceber algumas mudanças indesejadas no cabelo e na pele. Isso acontece por conta dos níveis mais baixos do hormônio estrogênio que circula no corpo. A perda de estrogênio torna a pele mais fina e delicada, e pode fazer com que o cabelo fique mais fino.

Cuidados com a beleza e com a alimentação ajudam a manter a qualidade da pele e do cabelo na menopausa. 

Faça uma dieta equilibrada e variada, rica em frutas e legumes e certifique-se de obter nutrientes vitais, como vitaminas C e D, ferro, zinco e biotina.

Cuidar da pele com protetor solar é obrigatório em qualquer idade. Imagem: Freepik.

Dicas para cuidar da pele na menopausa

Já aos 45 anos de idade, muitas mulheres começam a experimentar irregularidades no ciclo menstrual o que deve continuar até a menopausa, última menstruação, geralmente depois dos 50 anos. Observa-se mudanças repentinas na pele e nos cabelos devido à diminuição dos hormônios.

É hora de se dedicar a uma rotina de cuidados com a beleza. Separamos alguns cuidados, recomendados pela Associação Americana de Dermatologia, para os problemas mais comuns nessa idade.

Manchas de pele

Se você passou muito tempo ao sol sem proteção solar, provavelmente verá os efeitos agora. Podem aparecer manchas de idade e áreas maiores de pele mais escura no rosto, mãos, pescoço, braços ou peito.

Comece a usar protetor solar. O protetor solar é a coisa mais próxima que temos de uma fonte de juventude. Realmente, a proteção contra os raios nocivos do sol pode retardar o envelhecimento da pele. Também pode ajudar a prevenir o câncer de pele. Procure um protetor solar que ofereça proteção de amplo espectro, FPS 30 (ou superior) e resistência à água.

Vá ao dermatologista. O dermatologista é o profissional que vai te orientar a cuidar da pele em qualquer idade. Ele também pode avaliar se há risco de câncer nas manchas na pele.

Manchas de pele da idade. O médico também pode indicar o tratamento mais adequado às manchas de pele da idade.  

Pele seca

Na menopausa, a pele perde um pouco a capacidade de reter água, de modo que a pele pode ficar bastante seca. Isso pode ser especialmente perceptível quando o ar está seco.

Lave a pele com um limpador suave. O sabonete comum pode ressecar a pele madura.

Use hidratante: após o banho e durante todo o dia, o uso de hidratante com ácido hialurônico ou glicerina pode ser especialmente útil.

Tratamentos para pele muito seca:  O dermatologia pode indicar uma esfoliação ou microdermoabrasão. Na menopausa, a pele fica mais fina e tentar uma dessas em casa pode causar mais mal do que bem.

Pelos no rosto

À medida que os níveis de hormônios femininos caem, podem surgir pelos indesejáveis ​​sob o queixo e ao longo da mandíbula ou acima do lábio.

Depilação com cera:  pode ser uma opção, mas, se a sua pele estiver muito fina, ela pode ficar irritada.

Depilação a laser: esse procedimentos deve ser realizado em clínicas certificadas. O dermatologista também pode indicar um creme para redução de pelos.

Queda de cabelo

Na menopausa, muitas mulheres podem ter uma queda mais acentuada de cabelo. Quando se trata de perda de cabelo, quanto mais cedo você começar a tratar, melhores serão os resultados. 

Tratamento dermatológico. Consulte o dermatologista pois o tratamento para queda de cabelo depende da causa e só o médico pode avaliar.

Flacidez da pele e rugas

Flacidez e rugas surgem porque a pele está perdendo colágeno rapidamente. Estudos mostram que a pele das mulheres perde cerca de 30% de seu colágeno durante os primeiros cinco anos da menopausa. Depois disso, o declínio é mais gradual. Mas, a perda de colágeno começa a partir dos 20 anos de idade, uma diminuição de cerca de 2% ao ano.

À medida que o colágeno diminui, nossa pele perde firmeza e começa a ceder. Surgem a flacidez, linhas de expressão e rugas. Os poros da pele também ficam mais evidentes.

Proteja sua pele do sol:  usar protetor solar semprepode reduzir as rugas visíveis e evitar novas rugas.

Produtos com retinol ou peptídeos: esses ingredientes podem aumentar o colágeno na sua pele.

Acne

Como os níveis de hormônios femininos caem antes e durante a menopausa, algumas mulheres desenvolvem acne semelhante à adolescente.

Como a pele de uma mulher é mais fina e seca, ela não deve usar os tratamentos para acne que os adolescentes usam e que podem ser muito severos. Os dermatologistas recomendam:

Lavar a pele com tendência a acne com um limpador que contenha ácido salicílico: isso ajuda a desobstruir os poros.

Evite produtos para acne que secam a pele. Secar a pele pode piorar a acne.

Nessa fase, os cuidados com a pele devem ser mais intensos. Imagem: Freepik.

Mudar atitudes também ajuda a cuidar da pele

Não fume. Fumar acelera o envelhecimento da pele. Pesquisas também mostram que o tabagismo piora algumas doenças de pele, incluindo psoríase.

Use produtos para o cuidado da pele que atendam às necessidades da sua pele. Qual é o seu tipo de pele – oleosa, seca, normal, combinada ou sensível? Você tem algum problema de pele? 

Evite o estresse. Encontrar maneiras saudáveis ​​de controlar o estresse também pode ajudar a sua pele. Algumas doenças de pele como psoríase, rosácea e dermatite atópica costumam aparecer pela primeira vez quando alguém se sente realmente estressado. 

Consulte um dermatologista. Quando se trata de nossa pele, os dermatologistas são os especialistas com a experiência necessária para ajudar no rejuvenescimento e cuidados com a pele com segurança.

Você já percebeu que cuidar da pele vai mudando com a idade? O que você fez para manter a pele saudável por mais tempo?Compartilhe nos comentários, logo abaixo. A sua experiência pode ajudar muita gente! 

Foto de capa: Beate/Pixabay     

Quer mais histórias como essa?

Cremes anti-idade: o que são e como funcionam
Como hidratar a pele seca após os 50 anos

……………………………………………………………………………………………………………………………….

Gostou da matéria? Assine a nossa Newsletter e receba gratuitamente dicas para curtir a nova vida!

Gostou da matéria? Assine a nossa Newsletter e receba gratuitamente dicas para curtir a nova vida!