Atualizado em: 31 de março de 2020

Os nutrientes de uma alimentação saudável são essenciais para as defesas do nosso corpo. Por isso, em tempos de covid-19 e de expectativa das gripes de inverno no Brasil, fortalecer essas defesas se torna fundamental.

Em meio à pandemia do corona vírus, o Brasil vive a expectativa das gripes e resfriados comuns no nosso inverno, que inicia em junho.

Por isso, cuidar das defesas do organismo é fundamental. Aliás, em qualquer época do ano. O sistema imunológico protege o nosso corpo de invasores, que também são chamados de antígenos, e que podem ser tanto microorganismos como vírus, bactérias, protozoários e fungos quanto substâncias tóxicas.

Alimentação saudável, hidratação, exercícios físicos, noites bem dormidas e controle do estresse são algumas das medidas que ajudam o fortalecimento do sistema imunológico.

Por isso, a alimentação equilibrada no dia a dia é uma receita e tanto para fortalecer o nosso corpo.

Alimentos que ajudam a defesa do nosso corpo

Nutricionista Cristina Trovó explica quais são os alimentos essenciais para a imunidade.

Nessa época em que os vírus são uma grave ameaça, a nutricionista Cristina Trovó, membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional, do Centro Brasileiro de Nutrição Estética e da Academia Brasileira de Nutrição Funcional, aponta os nutrientes essenciais para fortalecer o organismo.

“São essenciais para a imunidade as vitaminas do complexo B, A, E, C, selênio e zinco. Um artigo publicado esta semana na itália também indica a possibilidade da vitamina D contribuir como agente anti infeccioso em doenças respiratórias”.  

Alimentos que são essenciais para a imunidade

A nutricionista Cristina Trovó diz que não existe uma dieta específica para fortalecer o sistema imunológico. Para ela, a “Alimentação equilibrada é a chave para fortalecer o sistema imune”. Por isso, ela aponta quais são os mais importantes:

Nutrientes que auxiliam o sistema imune

  • Vitamina C: laranja, acerola, limão, kiwi, mexerica, caju, morango.
  • Complexo B: arroz integral, lentilha, soja, gengibre, banana, nozes, gema de ovo.
  • Vitamina A: gema de ovo, leite e derivados; carotenoides, que são os precursores dessa vitamina são: legumes e frutas alaranjados como cenoura, tomate, mamão, damasco seco, manga e abóbora.
  • Vitamina E: nozes, óleos vegetais e castanhas.
  • Zinco: carnes, peixes, aves e nozes.
  • Selênio: gengibre, inhame.

Melhores alimentos para pessoas com mais de 50 anos

As necessidades nutricionais são diferentes em cada fase da vida. Pessoas com mais de 50 anos, por exemplo, podem ter uma necessidade aumentada de cálcio para a manutenção dos ossos e a redução dos riscos de osteoporose.

Para essa faixa de idade, a nutricionista Cristina Trovó dá algumas recomendações.

“Por volta dos 50 anos, é preciso atenção em:

  • Na ingestão de calorias, pois nesta fase, pela mudança hormonal é comum que indivíduos experimentem o ganho de peso;
  • Na ingestão de alimentos fontes de cálcio como leite e derivados para evitar a osteopenia e osteoporose;
  • Na ingestão de fontes proteicas, como carnes e leguminosas, para evitar a perda de massa muscular;
  • Na ingestão de alimentos antioxidantes para diminuir o envelhecimento celular.”

Usar suplemento alimentar com indicação médica

Os suplementos alimentares devem ser indicados de acordo com as necessidades individuais, explica a nutricionista.

“Para identificar a deficiência de alguma vitamina ou mineral, por exemplo, pedimos exames laboratoriais e suplementamos o nutriente específico a partir daí. A suplementação pode vir a ser necessária, sim, mas isso só é analisado pelo profissional médico ou nutricionista.  Vale a pena lembrar que a suplementação sem orientação pode levar à hipervitaminose (excesso de vitamina no corpo) e diversas disfunções”.

Alimentos que melhoram a imunidade

A alimentação saudável deve ser disciplinada e consumida todos os dias, orienta a nutricionista. Ela elaborou essas dicas e truques culinários que ajudam no dia a dia:

  • Coloque dentes de alho no azeite;
  • Consuma alho cru ou adicione o alho no final da preparação. O alho cru macerado é excelente para ser usado;
  • Utilize cúrcuma (açafrão da terra) com frequência;
  • Use sálvia (erva aromática) como tempero na sua rotina diária;
  • Esprema limão na comida;
  • Consuma as frutas e vegetais da época, ricos em vitamina C como: goiaba, acerola, kiwi, laranja e limão;
  • Consuma gengibre ralado na comida;
  • Inclua nozes na salada ou no lanche (ela é rica em zinco);
  • Consuma alimentos ricos em vitaminas do complexo B: banana, brócolis, ervilhas;
  • Consuma alimentos ricos em vitamina A: mamão, cenoura, espinafre;
  • Consuma alimentos ricos em vitamina E: semente de girassol, avelã, castanha;
  • Consuma alimentos ricos em zinco: peixes, frutos do mar, semente de abóbora, chia, sardinha no óleo, aves, carnes, feijão, grão de bico;
  • Hidratação: mantenha-se bem hidratado. Se puder, use água aromatizada, sopas, caldos e chás;
  • Consuma chá de gengibre e chá verde (são anti-inflamatórios);
  • Inclua shimeji e skitake na alimentação;
  • Cuide do seu intestino, use alimentos prebióticos como a biomassa de banana verde;
  • Sempre que possível, consuma alimentos probióticos como: kefir, iogurtes ricos em lactobacilos e kombucha;
  • Não se esqueça de higienizar bem e utilizar cloro para esterilizar frutas e verduras;
  • Tome 15 minutos de sol diariamente. Caso não possa, consulte seu nutricionista para verificar a necessidade de suplementação. Mantenha seu exame laboratorial de vitamina D atualizado.
  • Inclua brotos (broto de alfafa, broto de feijão) na sua alimentação.

EVITAR

  • Cigarro e bebida alcoólica, eles consomem seus nutrientes, reduzindo a sua imunidade;
  • Açúcares e doces. São alimentos inflamatórios;
  • Alimentos gordurosos;
  • Alimentos processados.

Não é difícil ter uma alimentação equilibrada. Aproveite as feiras e quitandas e delicie os olhos com as cores dos alimentos. Vá para a cozinha e teste novas receitas. É um mundo delicioso de cheiros e sabores!!! E de mais saúde.

Foto de capa: Pixabay

One thought on “Alimentos que fortalecem as defesas do corpo”

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *